Request Mobile Site
x

Tudo o que precisa de saber sobre carros japoneses

Car Advisor Tamotsu Todoroki

Juntei-me à AGASTA CO. e fiz compras de viaturas durante alguns anos. Depois mudei-me para o Departamento de Vendas e comecei esta coluna sobre carros usados ​​japoneses. Aconselho viaturas e partilho uma boa dose de conhecimentos.

Posted:

Por Que os Camiões Começam na Segunda Velocidade? - Vol.94

O tamanho do motor e o tamanho total de um carro define o número de velocidades na transmissão. O tipo de carro também define o número de velocidades. Há uma diferença no número de velocidades no caso de a transmissão ser automática ou manual. As transmissões manuais costumam ter mais velocidades do que as transmissões automáticas.

Especialmente para transmissões manuais, o condutor precisa de exatamente saber quando mudar de velocidade. A marcha atrás típica está presente em todos os carros. Além da marcha atrás há velocidades para o movimento dianteiro que variam com o tamanho do motor e o tipo de transmissão. Para sedãs típicos, pode haver quatro ou cinco velocidades para o movimento dianteiro. Essas são chamadas de transmissões manuais de quatro ou cinco velocidades. Os carros desportivos tendem a ter mais velocidades. Eles podem ter transmissões de até seis ou sete velocidades. Para carros maiores, tais como camiões, a transmissão pode ter oito velocidades e mais de uma marcha atrás.

A quantidade de energia que o motor tem e o torque que produz define o número de velocidades. Para carros maiores, tais como camiões, os motores são enormes e podem produzir uma enorme quantidade de torque e aceleração. A sua embraiagem e freio também são mais rígidos. É por isso que a condução em tais carros grandes não é uma tarefa fácil.

Para as transmissões manuais, cada número de velocidades tem uma gama diferente e uma distribuição específica de combustível. O rácio de transmissão difere, assim como o motor e o número de velocidades. Um sedã manual convencional é geralmente iniciado na primeira velocidade e progride para uma determinada velocidade, e, em seguida, progride para a segunda velocidade e assim por diante. É aconselhável não conduzir numa velocidade por muito tempo e também não conduzir nas primeiras velocidades (entre a primeira e a segunda) por muito tempo. À medida que a velocidade do carro aumenta, as velocidades têm de ser mudadas para a seguinte. No caso de um sedã convencional, diz-se que começar com a segunda ou terceira velocidade cria uma pressão sobre a placa de embraiagem e o cabo, e também danifica as placas de pressão. Portanto, para melhor o desempenho do carro, precisa de começar na primeira velocidade.

No entanto, esse não é o caso nos camiões. Os carros grandes, tais como camiões em particular, têm motores enormes. Esses motores produzem torque e aceleração enormes. Ligar um camião em primeira velocidade é muitas vezes evitado pelos condutores de camiões. A razão básica é a perda de controlo. Se um camião começar em primeira velocidade, alcançará velocidades mais altas com mais facilidade por causa de uma maior distribuição de combustível na primeira velocidade. Torna-se difícil de controlar o camião em primeira velocidade e há uma probabilidade de o condutor perder o controlo e virar o camião. Um camião fora de controlo é muito perigoso, pois pode bater em qualquer coisa causar muitos danos.

No entanto, esse não é o caso nos camiões. Os carros grandes, tais como camiões em particular, têm motores enormes. Esses motores produzem torque e aceleração enormes. Ligar um camião em primeira velocidade é muitas vezes evitado pelos condutores de camiões. A razão básica é a perda de controlo. Se um camião começar em primeira velocidade, alcançará velocidades mais altas com mais facilidade por causa de uma maior distribuição de combustível na primeira velocidade. Torna-se difícil de controlar o camião em primeira velocidade e há uma probabilidade de o condutor perder o controlo e virar o camião. Um camião fora de controlo é muito perigoso, pois pode bater em qualquer coisa causar muitos danos.

Essa é uma técnica comummente utilizada por condutores de camiões de todo o mundo. Qualquer carro de grande porte não deve começar de forma rápida, pois o seu design não lhe permite acelerar de forma tão rápida a velocidades altas.