New Year SALE
$200 OFF Until JAN 31st
Request Mobile Site
x

Tudo o que precisa de saber sobre carros japoneses

Car Advisor Tamotsu Todoroki

Juntei-me à AGASTA CO. e fiz compras de viaturas durante alguns anos. Depois mudei-me para o Departamento de Vendas e comecei esta coluna sobre carros usados ​​japoneses. Aconselho viaturas e partilho uma boa dose de conhecimentos.

Posted:

Com Que Frequência Deve Trocar o Óleo de Motor? - Vol.119

Esta é uma das perguntas mais frequentes pela maioria dos proprietários de carros. A maioria entende a importância do óleo de motor e o impacto de não mudar a tempo e horas, no entanto, realmente não costuma saber quantas vezes deve fazer. Se for um desses proprietários de carros, alcançou a página ideal para aprender sobre o assunto em questão. Abaixo está as respostas às suas eventuais dúvidas.

Em geral, a maioria dos fabricantes de camiões e carros ligeiros sugere a substituição do óleo de motor pelo menos uma vez por ano ou a cada 7.000 a 7.500 quilómetros. Para os motores turbo a gasolina e os motores a diesel, é sugerida a substituição do óleo de motor pelo menos duas vezes por ano ou a cada 3.000 a 3.500 quilómetros. As recomendações são baseadas no tipo de motor do carro e no combustível utilizado no mesmo.

No entanto, uma coisa muito importante que deve ser considerada é que os dados acima são para carros que costumem ser conduzidos mediante circunstâncias ideais. A maioria das pessoas não conduz o seu carro em situações ideais. Em geral, os nossos hábitos de condução são inseridos na categoria de condução "serviço rigoroso". Frequentes viagens curtas ou condução em estradas acidentadas a uma velocidade lenta ou alta são situações enquadradas na categoria de condução "serviço rigoroso".

Para essa categoria de condução, as recomendações mudam. Se conduzir o seu carro nessas condições, terá de trocar o óleo de motor a cada seis meses, e não uma vez por ano. No caso dos motores a diesel, terá de trocar o óleo de motor a cada três meses, em vez de a cada seis meses. Isso acontece porque quando se conduz o carro em condições adversas, o carro é afeado de forma negativa. Para o proteger, é crucial substituir o óleo de motor de forma regular.

Um novo motor pode ir até 12.000 quilómetros sem precisar de uma mudança do óleo de motor. No entanto, à medida que o motor é cada vez mais utilizado, o fator de risco aumenta. A fuga de pressão (blow-by) também aumenta à medida que o combustível não-queimado é despejado no cárter. Isso provoca uma diminuição no desempenho e uma falha no desempenho do óleo de motor. A condição requer, portanto, a mudança imediata do óleo de motor. A perda de desempenho e o aumento de emissões, de consumo de combustível e de óleo de motor são alguns dos principais problemas que podem ocorrer por causa da falha em mudar o óleo de motor a tempo e horas.

A maioria das empresas sugere que o condutor mude o óleo de motor pelo menos uma vez a cada seis meses, independentemente das condições meteorológicas ou do desempenho do carro. A razão é que o condutor nem sempre se apercebe das mudanças no desempenho do seu carro. Se o seu carro estiver a funcionar bem sem a mudança do óleo de motor, isso não significa que esteja tudo bem.

A oficina de mecânica que costuma contratar também pode dizer quando deve trocar o óleo de motor, tendo em conta a condição do seu carro. A substituição do óleo de motor varia mediante o carro. Cada carro é utilizado de forma diferente, em condições diferentes e para finalidades diferentes. Um carro com um motor fraco precisa de uma melhor manutenção do que um carro com um motor novo, pois este último pode funcionar melhor sem a troca constante do óleo de motor.

Além disso, não deve depender da oficina de mecânica que costuma contratar, pois também pode encontrar informações on-line, no manual do carro ou através do fabricante do seu carro. Os fabricantes conhecem melhor os carros que produzem. Eles podem recomendar quando se deve mudar o óleo de motor, com base no estado e nas necessidades do seu carro.

Deve contactar o fabricante do seu carro e informá-lo sobre o seu problema. As maiores empresas estão sempre ocupadas a pesquisar e servir os seus clientes. Portanto, elas poderão cobrar uma pequena taxa pela contratação dos seus serviços, mas, no final do dia, valerá a pena.