Request Mobile Site
x

Tudo o que precisa de saber sobre carros japoneses

Car Advisor Tamotsu Todoroki

Juntei-me à AGASTA CO. e fiz compras de viaturas durante alguns anos. Depois mudei-me para o Departamento de Vendas e comecei esta coluna sobre carros usados ​​japoneses. Aconselho viaturas e partilho uma boa dose de conhecimentos.

Posted:

Rejuvenesça o Seu Carro! - Vol.39

Tem um carro velho que já viu melhores dias, mas não suporta a ideia de o vender ou dar por causa das memórias que tem com ele? É perfeitamente possível rejuvenescer o seu carro antigo através de serviços de restauração. Na verdade, muitos carros muito antigos, dos anos 60 e anteriores, são frequentemente restaurados. A restauração de carros é um processo interessante e, por vezes, útil quando se tem um carro com valor histórico devido à sua antiguidade.

O seu carro pode não ser tão velho, mas independentemente da sua idade, os carros mais velhos podem sempre ser restaurados. O processo de restauração envolve diversos fatores. As principais partes desse processo são a restauração e substituição dos componentes interiores, a pintura e, claro, o valor total do carro. Isso ajuda a determinar se o carro realmente vale a pena restaurar ou não.

A restauração dos componentes interiores é a primeira parte na restauração do carro. O motor, ar condicionado, correias e válvulas, e todos os outros componentes necessários para fazer o carro funcionar de forma suave têm de estar em boas condições. Com carros mais velhos, às vezes, isso é um processo complexo, mas há agora muitos mecânicos que se especializam na restauração de carros. O principal fator na restauração dos componentes interiores é o número de peças que precisam de ser totalmente substituídas.

Em relação ao exterior do carro, os trabalhos de pintura não são de todo difíceis de fazer nos dias de hoje. De facto, se tiver tempo suficiente e pretender poupar dinheiro na restauração do seu carro, faça você a pintura, ou pague a alguém independente para o fazer. Pode pintar o seu carro velho como desejar. Pode inclusive ser criativo.

Quando se trata de rejuvenescer um carro, não há dúvida de que é totalmente possível. A principal coisa que determina se se pode ou não restaurar o carro é o custo. Se tiver dinheiro suficiente para gastar, pague a um mecânico para substituir todas as suas peças ou leve-o a um especialista em restauração de carros.

Decidir restaurar ou não um carro velho depende principalmente do valor. Se o seu carro foi fabricado antes de 1960, pode ter um valor significativo, especialmente se for restaurado. Pode renovar o carro e, em seguida, vendê-lo por um valor superior, ou simplesmente continuar a conduzi-lo e chamar a atenção dos seus amigos com um carro restaurado. No entanto, se o carro foi fabricado por volta da década de 1980, provavelmente terá menos valor do que um carro mais antigo, mesmo que tenha sido restaurado. No entanto, ainda pode estar em boas condições e valer a pena passar por uma restauração para continuar a utilizá-lo.

Em última análise, os carros antigos não devem ser despachados como sucata. Na atual condição económica, algumas substituições de peças e um trabalho de pintura decente podem custar menos do que comprar um carro totalmente novo. As principais a considerar são o custo total da restauração dos componentes interiores, o custo de um trabalho de pintura e qual o valor total do carro após a restauração. Considerar todas essas coisas é uma boa maneira de decidir se deve ou não rejuvenescer o carro.