Request Mobile Site
x

Tudo o que precisa de saber sobre carros japoneses

Car Advisor Tamotsu Todoroki

Juntei-me à AGASTA CO. e fiz compras de viaturas durante alguns anos. Depois mudei-me para o Departamento de Vendas e comecei esta coluna sobre carros usados ​​japoneses. Aconselho viaturas e partilho uma boa dose de conhecimentos.

Posted:

Master Fuel-Efficient Driving - Vol.109

Quem viveu na década de 1960 sabe muito bem que fora uma excelente época para viver e experienciar novas sensações. Embora os Beatles tenham aberto o caminho para a invasão britânica da indústria musical nos Estados Unidos, os carros robustos norte-americanos (ou carros músculo, como muitos os chamam) invadiram as estradas por toda a Terra. Os V8 eram altamente poderosos, maravilhosos e simplesmente os mais lindos alguma vez criados pelo homem. Nessa época a música era suave, serena e envolvente, as pessoas sentiam-se felizes e a gasolina era muito barata. A crise do petróleo terminara tudo. Hoje em dia, as pessoas estão mais interessadas em carros que podem ajudá-las a economizar ao máximo, em vez de chamar a atenção dos outros. Nos dias de hoje, os fabricantes ou lançam carros elétricos ou híbridos com uma tecnologia revolucionária. Todavia, o preço desses carros é muito alto para alguém que se preocupa em poupar dinheiro.

A boa notícia é que não precisa de carros modernos com alta tecnologia para poupar dinheiro em combustível. Há algumas dicas de condução que podem consideravelmente reduzir a sua despesa em combustível. Continue a ler se pretender saber essas dicas.

Manutenção regular
Gastar alguns euros em manutenção ajuda a economizar muito mais em combustível. Uma lista de verificação de manutenção regular deve incluir a verificação da pressão de ar dos pneus, a troca do óleo de motor e dos filtros. Isso realmente melhora o desempenho do seu motor, para que o mesmo possa funcionar sem problemas, especialmente sem consumir demasiado combustível.

Evite colocar o motor em marcha lenta
A marcha lenta é outro hábito que consume combustível, que muitas pessoas desenvolveram desde a era dos carros músculo. Ele consome mais combustível em relação a paragem e arranque do motor. Se for obrigado a parar por mais de três minutos, o melhor é desligar o motor, em vez de deixá-lo em marcha lenta (ligado, mas parado). Na maioria dos carros novos, reiniciar o carro sem acelerar consome muito pouco combustível.

Mude de velocidade da forma correta
É verídico que a transmissão manual pode oferecer uma melhor economia em termos de consumo de combustível do que a transmissão automática. O segredo, no entanto, reside na forma como se deve mudar de velocidade. Conduzir numa velocidade mais baixa não ajuda em nada. O melhor é mudar de velocidade antes de chegar às 2.500 rotações por minuto num motor a gasolina. Além disso, não mude de velocidade a não ser que seja necessário. Pode não saber, mas a mudança de velocidade em tempo hábil faz uma diferença inacreditável no consumo de combustível do seu carro.

Deixe que o ar flua
Todos os sistemas eletrónicos no seu carro fazem com que o motor consuma mais combustível. Isso inclui o ar condicionado em especial. É sempre melhor conduzir com as janelas abertas do que com o ar condicionado ligado, a menos que esteja numa autoestrada. Em velocidades mais altas, manter as janelas abertas aumenta o consumo de combustível, pois o motor tem de se esforçar mais. Portanto, é melhor ligar o ar condicionado ao conduzir em autoestradas.

Não acelere demasiado
Excitação, impaciência, agonia e raiva são sentimentos muito naturais para todos, mas não são uma desculpa para acelerar. No final o seu bolso é que suportará a fatura. Se tiver de acelerar ou desacelerar, faça-o de forma suave. Ao aumentar ou reduzir a velocidade, solte o pedal do acelerador de forma suave. Além disso, a uma velocidade maior o seu carro consome muito mais do que a uma velocidade menor. Segundo os números, uma condução a 70 quilómetros por hora pode economizar mais 15% de combustível do que a 90 quilómetros por hora.

Por fim, planeie as suas viagens e tente utilizar alternativas, tais como andar a pé, para viagens mais curtas. Com todas essas dicas, poderá realmente melhorar o consumo de combustível em 33%.